Home » » 3 não é demais

3 não é demais



O sítio escolhido para a realização de tal fantasia era soberbo! Aquela suite de motel primava pela sensualidade e erotismo. O ambiente aconchegante e luxuoso era ideal para passar momentos inesquecíveis...

A ideia começou por ser preparada, criteriosamente, semanas antes.
Muitas provocações, algumas brincadeiras a três e uma vontade avassaladora comum temperaram a excitação e ansiedade daquele momento.

Eu, vestida a rigor, linda, sensualíssima e muito provocadora... Corpete novo, comprado propositadamente para a ocasião, fio dental e meias de liga para completar. Cabelo longo, macio e solto, maquilhagem adequada que realçava o olhar e os lábios carnudos...
Sentei-me no centro da cama redonda. Deliciei-me com a minha própria imagem reflectida nos imensos espelhos espalhados pelos quatro cantos da suite, enquanto saciava a minha sede num copo de champanhe acompanhado com chocolates em forma de coração.
Tu calmo e sereno, beijavas-me todo o corpo, olhavas-me de modo alucinado, ansioso por me dar aquilo por que tanto esperei!
Ele finalmente chegou. O toque do teu telemóvel denunciou a sua chegada.
A excitação estava patente nos nossos rostos e sorrisos cúmplices. Senti uma vontade súbita e incontrolável de vos possuir... A tesão era enorme, a vontade mais que muita e o desejo de conhecê-lo descontrolava todos os meus sentidos!
Levantei-me da cama e coloquei-me numa posição bem provocadora, firme e segura enquanto o foste receber.
Quando o vi, por momentos senti as pernas a tremer. Acho que só quando vos senti ali tão perto, à mercê de todas as minhas vontades, tomei consciência do que se iria ali passar.
Olhou-me de alto a baixo, suspirou e passou a mão pelo cabelo. Estava sério e algo nervoso.
- Que se passa Marco? Estás bem?
- Sim estou óptimo! Imaginava-te diferente.
- Como assim? Sou assim tão diferente ao vivo?
- Sim, muito! És bonita!
- Obrigada, tu também não ficas atrás!
Olhei-te enquanto sorrias com as palavras que ia trocando com o Marco. Estavas lindo, senti-te feliz e muito meu, pronto para me proporcionar uma tarde plena de prazer e muita luxuria à mistura.
Só um homem apaixonado e louco seria capaz de me fazer esta surpresa tão deliciosa.
À medida que o Marco se ia despindo, o desejo que sentia aumentava a cada segundo passado. O seu corpo era bonito e o seu sexo era exactamente como eu te tinha pedido, grande e grosso para me sentir repleta!
Estavas tão ou mais louco que eu!
Chamaste-me para a cama, aproximei-me, beijei-te desenfreadamente enquanto senti as mãos dele nas minhas costas, ancas, traseiro e pernas...
Num ápice colou-se a mim, beijou-me o pescoço enquanto continuei a beijar a tua boca!
Era completamente alucinante o que estava a sentir, era saboroso, delicioso, excitante e muito bom! Sentia-me a arder de tanta tesão...
Comecei a gemer logo assim que as suas mãos afastaram as minhas pernas, sem uma palavra ou aviso prévio e os seus dedos se aprofundaram em mim.
- Foda-se Inês, estás tão molhada... abre bem essas pernas para mim.
A tesão daquelas palavras fez-te colocar o teu sexo à disposição da minha boca, e eu gulosa, lambi-te e chupei-te com vontade enquanto ele remexia os seus dedos mais rapidamente dentro de mim.
As respirações aceleradas, os gemidos misturados, as palavras desconexas que pediam mais loucura, volúpia e paixão fizeram-nos iniciar uma viagem de pura luxuria
Adorei abocanhar-te enquanto ele nos olhava e colocava em simultâneo o preservativo.
Estava entusiasmada e pronta para vos dar o meu melhor! Sentia-me em forma para entrar em acção.
Puxaste-me pelos cabelos e levaste a minha boca à tua, num rasto húmido de prazer.
Sei que querias olhar dentro dos meus olhos no momento em que fosse penetrada por ele e assim foi!
No corpo sentia o fogo do pecado. Empinei o traseiro de modo a que me pudesse penetrar mais profundamente e agarrei os meus seios quase soltos com força... a força do desejo que sentia explodir na minha carne louca por ser fodida por dois!
Marco já pronto e louco de tesão, chegou-se perto de nós, agarrou-me as ancas com mestria e penetrou-me por trás de uma só vez, profunda e certeira.
Soltei um grito, quase que me vim naquele instante...
Não consegui parar os movimentos frenéticos que o faziam penetrar-me com mais força enquanto te chupava de novo.
A nossa imagem nos espelhos, os três corpos fundidos num só, a maneira louca como eu te chupava, a humidade, a loucura, os mamilos rijos, as mãos espalhadas nos corpos quase colados... hum... fizeram-no vir-se num instantinho!
Por breves minutos fiquei só contigo enquanto ele nos observava deliciado!
Marco sentia-nos em perfeito delírio, as bocas, as línguas, o sexo oral, as mãos que deslizavam pelo corpo, a paixão, os espasmos de prazer fizeram-no voltar rapidamente.
O melhor estava para vir!
Os gritos de luxuria, as línguas que me invadiram, os dedos que me penetraram, os corações a bater acelerados em uníssono, os três corpos nus em todas as posições, o sexo oral aos dois em simultâneo, o dar prazer a dois homens completamente excitados, o receber a duplicar, a temperatura a subir, as palavras de pura tesão que se ouviam dentro daquelas quatro paredes, o cheiro a sexo, os mamilos presos naquelas duas bocas pujantes, os dedos experientes, o sexo anal bem pensado ao pormenor e finalmente o grande momento... a dupla penetração!
Não há palavras que descrevam o prazer que senti naquele momento! Sentir-me invadida por dois caralhos deliciosos fizeram-me quase desmaiar de tanto prazer que senti.
Foram as investidas mais loucas de toda a minha vida. O orgasmo mais longo e intenso de sempre, que me transportou para uma outra dimensão muito além do já conhecido até então!
 
Support : Copyright © 2015. Fotos Reaisdees Posas - All Rights Reserved