Home » » MINHA NAMORADA CHUPOU O PAU DE UM DESCONHECIDO NO CINEMA

MINHA NAMORADA CHUPOU O PAU DE UM DESCONHECIDO NO CINEMA

No escurinho do cinema.
Isso aconteceu há muitos anos. Pouco antes de casarmos para ser mais preciso. Nós íamos com freqüência a cinemas no Centro da Cidade. E quase sempre a gente ficava se beijando e nos masturbando mutuamente.
Um dia resolvemos ousar. Sugeri a Simone que a gente fosse ao cinema e ela estivesse sem calcinha. Sacana que nem ela só topou na hora. E lá fomos nós para o Cinema Odeon. Ela estava exuberante! Com um vestido bem sensual, com botões na frente, sem sutiã e sem calcinha!
Sentamos em duas cadeiras do lado esquerdo, bem no canto, e no meio do cinema. Eu fiquei no canto esquerdo. O cinema não estava cheio, pois o filme não era lá essas coisas. Mas filme é o que menos nos importava.
Começamos a bolinar um ao outro como costumamos fazer. Já fui soltando meu cinto e abrindo o fecho éclair. Ela foi logo segurando meu pau que latejava muito. E eu comecei a desabotoar a parte de cima do vestido dela passando a acariciar seus mamilos. Em seguida, levei a mão ao meio das pernas dela e toquei a bucetinha que estava muito molhada.
Estávamos no meio dessa sacanagem e nem percebemos que se sentou numa cadeira próxima um rapaz branco, de boa aparência, aparentando uns trinta anos, que passou a nos observar. Fingimos que não notamos que ele nos olhava, e o rapaz passou a massagear o pau por cima da calça. E vez por outra nos olhava. Continuamos fingindo não ver, e ele sentou-se ao lado da Simone.
Eu continuava a acariciar a buceta da Simone por baixo do vestido. O rapaz, vendo que a gente não se incomodava pelo fato dele estar nos olhando, não se contendo com o que via, colocou o pau pra fora e começou a se masturbar. Era um pau bem grosso. Devia ter uns 20 cm e estava duríssimo!
Aquela situação nos excitou ainda mais. Continuei acariciando a bucetinha da Simone por baixo do vestido, e percebi que o rapaz sorrateiramente colocou a mão esquerda na coxa da Simone.
Retirei minha mão e imediatamente o rapaz a substituiu, passando a tocar na buceta da Simone com a mão esquerda, ao mesmo tempo em que se masturbava com a mão direita. Eu continuei acariciando e beijando os seios da Simone. Enquanto isso o rapaz se deleitava com a mão no meio das pernas dela.
Observei que a Simone arfava e dava gemidos baixinhos. Perguntei se ela estava gostando de sentir os dedos do cara na bucetinha dela. Ela disse que sim, e estava uma delícia, num murmúrio.
Com a mão esquerda ela passou a me masturbar enquanto tinha a mão do rapaz no meio das pernas dela, que agora estavam entreabertas. Perguntou-me em voz baixa se poderia segurar o cacete do cara. Eu disse que sim. E aos poucos ela levou sua mão direita até o pau do rapaz e passou a punhetá-lo também.
Pronto, o quadro estava completo. Ela me masturbando e ao cara ao mesmo tempo. E ele acariciava a bucetinha dela agora totalmente a amostra já que a saia estava levantada. Enquanto isso eu a beijava e lambia o bico do seio esquerdo dela.
Em um determinado momento, já muito excitada e com os olhos brilhando, ela me perguntou se podia chupar o pau do rapaz. Respondi que sim. Ela largou meu pau e em seguida caiu de boca naquele mastro, fazendo com que ele passasse a fazer movimentos com a pélvis enquanto ela o chupava com sofreguidão.
Depois de alguns minutos, vendo que o rapaz estava prestes a gozar, ela retirou o pau da boca e passou a masturbá-lo rapidamente, com o rosto bem próximo ao cacete dele. Não demorou muito e o cara gozou abundantemente, molhando o rosto dela com uma porra bem densa e em bastante quantidade.
Ela voltou a se sentar na posição normal e o rapaz voltou a masturbá-la. E ela rebolava na poltrona como uma putinha no cio. Neste momento eu também já estava me masturbando. E tão logo ela soltou um gemido mais alto, mostrando que tinha gozado, eu também gozei em abundância, em vários jatos.
Passados alguns minutos, ela pegou lenço de papel que sempre trazia dentro da bolsa para estas ocasiões e limpou o rosto, me dando também para que eu me limpasse. Ofereceu ao rapaz e ele também limpou pau.
Em seguida nos levantamos e saímos do cinema, sem mesmo olhar pra trás. Afinal aquela era nossa fantasia naquele dia. Não queríamos, pelo menos por enquanto, nada mais além daquilo.
Fomos pra casa e logo a gente estava na cama dando uma bela foda, imaginando tudo que aconteceu no cinema.
Foi um experiência excitante. Alguém se habilita? rs rs!
 
Support : Copyright © 2015. Fotos Reaisdees Posas - All Rights Reserved